Última hora

Última hora

Primavera em janeiro na Hungria

Em leitura:

Primavera em janeiro na Hungria

Primavera em janeiro na Hungria
Tamanho do texto Aa Aa

A grande planície da Hungria está, excecionalmente, verde. Em vez do inverno, com temperaturas negativas e alguma neve, janeiro parece-se mais com abril. Temperaturas amenas, primaveris, causadas pelos ciclones, sobre o Atlântico, que fazem deste um dos invernos mais rigorosos nos EUA.

"O frio extremo nos EUA e o clima ameno na Europa Central e Oriental são causados pelo mesmo fenómeno. Os ciclones na região atlântica levam frio para os EUA, com as correntes do norte, enquanto as correntes do sul trazem uma brisa mais suave para a Bacia dos Cárpatos", explica a investigadora Monika Lakatos.

Uma situação que tem os seus prós e contras. Por um lado as culturas desenvolvem-se mais rapidamente, se houver a água necessária, por outro, e no caso do trigo que cresce nestes prados, pode ser atacado por fungos que o destruirão. Mas não só:

"Os agricultores dizem que são as águas subterrâneas que criam, de facto, problemas. Como não há frio suficiente estas águas, que se encontram no solo, não passam ao estado sólido e podem circular", adianta a enviada da euronews a Tiszaderzs, Asboth Beatrix.