Última hora

Última hora

Rui Rio, o novo líder do centro-direita português

Em leitura:

Rui Rio, o novo líder do centro-direita português

Tamanho do texto Aa Aa

Em, Portugal, o Partido Popular Democrata-Partido Social Democrata, de centro-direita,  tem um novo líder.

O PPD-PSD pertence ao grupo do Partido Popular Europeu, PPE/EPP.

Rui Rio foi o grande vencedor, com mais de 54% dos votos, numas eleições internas que tiveram lugar este sábado.

Rio prometeu uma nova força de oposição renovada na Assembleia da República, o parlamento português.

"O atual governo terá na nova liderança do PSD uma liderança uma oposição firme e atenta, mas nunca demagógica ou populista", explicou o novo líder dos conservadores portugueses.

No discurso de vitória, no Porto, sua terra natal e que governou de 2001 a 2013, Rio disse que o partido  “não foi fundado para ser um clube de amigos ou uma agremiação de interesses ou de grupos”.

A 300 quilómetros, em Lisboa, Pedro Santana Lopes, o rival de Rui Rio, reconheceu a derrota e assumiu a responsabilidade pelo resultado.

Antigo secretário-geral do PPD-PSD

Rui Rio, que foi secretário-geral dos sociais-democratas sob a liderança de Marcelo Rebelo de Sousa, será o 18.º presidente do PSD desde o 25 de Abril de 1974.

Sucede a  Pedro Passos Coelho, eleito em 2010.

Nas reações, Paulo Rangel, eurodeputado e adversário de Pedro Passos Coelho em 2010, afirmou que este é "um momento feliz para o PSD".

Para Rangel, Rui Rio "lançou o desafio da construção de uma alternativa real e forte".

Dos 70.622 militantes com quotas em dia, votaram 44.254, o que corresponde a uma taxa de abstenção de cerca de 40%. Registaram-se 440 votos em branco e 229 votos nulos.