Última hora

Última hora

China não está preocupada com a dívida de Angola

Em leitura:

China não está preocupada com a dívida de Angola

Tamanho do texto Aa Aa

Uma visita de 24 horas que serviu para reafirmar o compromisso e investimento da China em Angola.

Depois de assinar um acordo para a facilitação de vistos em passaportes ordinários, em Luanda, o ministro chinês dos Negócios Estrangeiros Wang Yi disse, este domingo, que o seu país não está preocupado com a dívida de Angola:

"Acreditamos que alguns problemas temporários serão resolvidos com o passar do tempo. Perguntaram-se se estamos preocupados. Não estamos nada preocupados. Acreditamos que o governo angolano e o partido governante estão num caminho de desenvolvimento sustentável, adaptado às suas condições nacionais. É um caminho de diversificação económica e aceleração da industrialização. Vamos apoiar o povo angolano nesse sentido e continuar a promover esforços e contribuições para melhorar a capacidade de desenvolvimento independente de Angola."

Wang Yi, que foi recebido no sábado pelo presidente João Lourenço, não precisou o valor da dívida de Angola face à China.

Luanda estuda atualmente formas para reestruturar o peso da dívida pública do país, que ronda os 60% do Produto Interno Bruto (PIB).