Última hora

Última hora

Mark Wahlberg ganhou 1.500 vezes mais do que Michelle Williams, mas não fica com o dinheiro

Em leitura:

Mark Wahlberg ganhou 1.500 vezes mais do que Michelle Williams, mas não fica com o dinheiro

© Copyright :
REUTERS/Mario Anzuoni
Tamanho do texto Aa Aa

A polémica sobre a diferença de salários no novo filme de Ridley Scott levou o actor norte-americano Mark Wahlberg a anunciar a doação do pagamento que recebeu pela repetição de filmagens ao projeto Time's Up, no valor de 1,5 milhões de dólares, para apoio legal às vítimas de assédio sexual no trabalho.

A doação foi feita em nome de Michelle Williams, depois de o jornal USA Today ter noticiado que o ator recebeu mil e quinhentas vezes mais do que o valor pago à actriz.

“Nos últimos dias, o dinheiro que recebi por regravar algumas cenas para 'Todo o Dinheiro do Mundo' tornou-se um importante tópico de conversa”, escreveu o ator na sua conta na rede social Twitter. "Apoio a 100% a luta por um pagamento justo e vou doar 1,5 milhões de dólares ao fundo da Time's Up, em nome de Michelle Williams".

Mark Wahlberg recebeu 1,5 milhões de dólares (cerca 837 mil euros),  e Michelle Williams, que foi distinguida com o Globo de Ouro pela prestação no filme, recebeu menos de mil dólares (aproximadamente 837 euros) pelo total das cenas regravadas.

A repetição de filmagens foi decidida depois de Kevin Spacey ter sido afastado da rodagem, na sequência das acusações de assédio sexual de que foi alvo, tendo sido substituído por Christopher Plummer.

Depois do #MeToo, mais de 300 actrizes, argumentistas, realizadoras e outras personalidades do cinema lançaram no dia 1 de Janeiro um projeto para apoiar a luta contra o assédio sexual tanto em Hollywood como noutras profissões nos EUA. O projecto Time’s Up inclui um fundo para apoio legal a mulheres e a homens vítimas de assédio sexual no trabalho.

Mais sobre cinema