Última hora

Última hora

"Shutdown": republicanos e democratas trocam acusações

Em leitura:

"Shutdown": republicanos e democratas trocam acusações

Tamanho do texto Aa Aa

A administração norte-americana e a oposição democrata responsabilizam-se mutuamente pela paralisação do governo federal.

A Casa Branca acusou os senadores democratas de "sabotagem" e, para o vice-presidente Mike Pence, a oposição pôs em risco a segurança do país:

"Os democratas no Senado, salvo algumas excepções, escolheram pôr as políticas em frente da nossa defesa nacional, pôr as políticas em frente do cumprimento das obrigações do nosso governo, e isso é inaceitável e uma desilusão."

O líder republicano no Senado, Mitch McConnell, afirmou que o "shutdown" do governo "era 100 por cento evitável", se o rival democrata, Chuck Schumer, tivesse mostrado flexibilidade nas negociações com o presidente.

Julie Pace, responsável do gabinete a Associated Press em Washington, diz que "Trump celebra um ano da investidura com uma paralisação do governo, o que não é bom para nenhum presidente. O que se espera para ver de Trump agora é até onde sera capaz de ir: deixará que o 'shutdown' se prolongue por uma semana ou duas? Assistimos a um 'shutdown' durante 16 dias na administração Obama, é um período muito longo para os funcionários do governo e para que, por exemplo, seja restringido o acesso a parques nacionais".

Segundo Schumer, esta paralisação deverá apelidar-se de "Trumpshutdown", porque, segundo o líder democrata, "ninguém merece tanto quanto ele ser considerado responsável pela situação".