This content is not available in your region

Papa ataca corrupção

Access to the comments Comentários
De  Nelson Pereira
Papa ataca corrupção

Visita do Papa ao Peru marcada por críticas de Francisco às atividades mineiras que destroem a Amazónia e degradam as condições de vida das populações indígenas, à indiferença dos adultos ao sofrimento das crianças e à violência contra as mulheres.

No encontro com as autoridades, representantes da sociedade civil e corpo diplomático, no Palácio do Governo, o Papa atacou a corrupção: "um vírus social que tudo infecta" e que deve ser combatido, disse Francisco:

"Uma maior cultura da transparência entre entidades públicas, setor privado e sociedade civil, sem excluir as organizações eclesiásticas. Ninguém deve ficar alheio a este processo. A corrupção pode ser evitada e isso exige o compromisso de todos."

No encontro com quatro mil indígenas em Puerto Maldonado, no sudeste do Peru, uma região da Amazónia, Francisco sublinhou que a educação tem de criar "pontes" entre os povos, os Estados e também a Igreja Católica.

O Papa visitou um lar para crianças em risco, alertando para o sofrimento das crianças, a que muitos adultos ficam indiferentes.

O encontro de Puerto Maldonado prepara a assembleia especial do Sínodo dos Bispos para a região pan-amazónica, convocado pelo pontífice para outubro de 2019.