Última hora

Última hora

SPD aprova negociações para "grande" coligação com Merkel

Em leitura:

SPD aprova negociações para "grande" coligação com Merkel

SPD aprova negociações para "grande" coligação com Merkel
Tamanho do texto Aa Aa

O Partido Social Democrata alemão (SPD) deu luz verde à abertura de negociações formais para criar uma nova grande coligação de governo com o bloco conservador da chanceler Angela Merkel (CDU/CSU).

O congresso federal do SPD, realizado em Bona, pronunciou-se a favor da política seguida pelo líder, Martin Schulz, que pretendia o sim ao pré-acordo para formar um executivo estável na Alemanha, apesar das gerações mais jovens do partido e outras correntes internas defenderem ir para a oposição.

Merkel saúda "Sim" social-democrata

A chanceler alemã, Angela Merkel, saudou o "Sim" dos social-democratas para iniciar negociações com o seu partido para formar um novo Governo de coligação, que augurou serão "intensas".

"Temos muito trabalho pela frente", disse a chanceler, numa breve comparência na sede da União Democrata-Cristã (CDU) em Berlim, depois de um congresso extraordinário do Partido Social-Democrata (SPD) dar "luz verde", por uma estreita margem, ao início das conversações.

Merkel mostrou-se confiante em que as reuniões decorram num "clima de sensatez", apesar das "divergências" quanto aos conteúdos, e indicou que o pré-acordo alcançado a 12 de janeiro será "a base" para chegar a consenso sobre as políticas de um futuro Governo alemão.

"Para nós, é importante, nestas negociações, que a Alemanha tenha um Governo estável, que possa enfrentar as questões do futuro e procurar solução para elas", declarou a chanceler.

Entre os principais objetivos, apontou o impulsionamento da economia, o digital, a justiça social e a segurança nacional.

Mostrando-se satisfeita com o aval do SPD às conversações, após "intensas e polémicas discussões", Merkel indicou que na segunda-feira os dois partidos se reunirão para definir o plano do processo negocial, que deverá começar "muito rapidamente".

(com Lusa)