Última hora

Última hora

Rede europeia ajuda empreendedores a internacionalizar os negócios

Em leitura:

Rede europeia ajuda empreendedores a internacionalizar os negócios

Tamanho do texto Aa Aa

Esta semana, o Business Planet foi à Holanda.

Os principais desafios dos empresários são: poder investir, inovar e, assim, conquistar novos clientes internacionais.

Stan Francke é um dos representantes da Enterprise Europe Network

“O meu papel é ajudar empresas inovadoras a expandir os seus negócios internacionalmente. Uma das minhas tarefas é analisar as suas necessidades e ajudá-las a encontrar o formador certo”, conta.

Uma das empresas que aconpanhou foi a Heliox.

Mais informações sobre os transportes verdes e a Enterprise Europe Network

  • Os transportes representam cerca de um quarto das emissões de gases de efeito estufa da Europa e é a principal causa da poluição do ar nas cidades.
  • Para atingir o objetivo da União Europeia de reduzir as emissões de CO2 em pelo menos 40%, até 2030, é necessário reduzir as emissões provenientes dos transportes rodoviários. As novas tecnologias verdes (ecológicas), como automóveis ou autocarros elétricos, podem ajudar a atingir esse objetivo.
  • A Enterprise Europe Network ajuda as pequenas e médias empresas (PME) mais ambiciosas a inovar e a crescer internacionalmente, tanto na UE como no mundo. A rede está ativa em mais de 60 países, em todo o mundo. Reúne 3000 especialistas de mais de 600 organizações – todos reconhecidos pela excelência no apoio ao desenvolvimento empresarial.
  • Os especialistas desta Rede reconhecem o potencial de inovação e podem ajudar as PMEs a obter financiamento, como, por exemplo, através do do Programa horizonte 2020, que ajuda estas empresas com grande potencial a desenvolver ideias inovadoras para produtos, serviços ou processos para enfrentar a concorrência no mercado global.

Ligações úteis

Autocarros elétricos nas ruas de Eindhoven. As redes de transportes públicos verdes estão a multiplicar-se. É preciso dizer que a Europa pretende reduzir as suas emissões de CO2 em pelo menos 40% até 2030.

Para que essas redes sejam eficazes, os autocarros devem ser recarregados regularmente e rapidamente. Para fazer face a essas exigências, uma PME (pequena e média empresa) local, desenvolveu carregadores ultra rápidos que podem recarregar as baterias em menos de cinco minutos!

“É bom para o nosso planeta, é bom para nossos filhos, é bom para a economia, porque criamos empregos, criamos uma economia sustentável e uma economia circular. Então, é bom para todos”, assegura o diretor de desenvolvimento de negócios da Heliox, Mark Smidt.

Foram, já, criados cerca de 60 postos de trabalho diretos.

Muito em breve, estes carregadores vão equipar uma frota de autocarros no aeroporto de Amesterdão. Este é um dos grandes contratos firmados por esta empresa, que foi acompanhada pela Enterprise Europe Network.

Isto permitiu-lhe aceder aos fundos europeus para a inovação através do programa Horizonte 2020, destinado às pequenas e médias empresas, e beneficiar de formadores para melhorar o marketing e encontrar clientes internacionais.

“Encontraram-nos um formador no Reino Unido e isso ajudou-nos a identificar potenciais mercados – no Reino Unido – e, também, como abordá-los e fazer negócio. O mesmo para a Austrália e Nova Zelândia. Resultado: estamos, agora, a enviar produtos para a Nova Zelândia e para o mercado do Reino Unido. A Austrália será a seguir… Penso que dentro de alguns meses”, conta Smidt.

Reencontramo-nos com Stan Francke que além da formação e ajudar os empresários a terem acesso ao financiamento, a Enterprise Europe tem muito mais para oferecer: “Na verdade, muitas coisas! Por exemplo, tentamos ajudar as empresas que participam em eventos internacionais e fornecemos informações sobre direitos de propriedade.”

Francke sublinha, ainda que “existem mais de 3000 especialistas em 600 organizações, em mais de 60 países. Eles vão ouvir as necessidades do empreendedor e ajudá-lo-ão a concretizar as suas ambições internacionais.”