Última hora

Última hora

Seis crianças morrem em confrontos em Ghazni

Em leitura:

Seis crianças morrem em confrontos em Ghazni

Tamanho do texto Aa Aa

Pelo menos seis crianças morreram e mais duas pessoas ficaram feridas esta sexta-feira em confrontos nos arredores da cidade de Ghazni, no centro do Afeganistão.

A responsabilidade das mortes está porém a ser alvo de versões contraditórias. As autoridades apontam o dedo aos Taliban, que teriam atacado a cidade com um morteiro, matando as seis crianças e ferindo mais duas pessoas.

No entanto, os Taliban alegam que tudo aconteceu após um ataque aéreo das forças afegãs, uma ação que se tem repetido cada vez mais ao longo do último ano.

De acordo com Abdul Karim Matin, governador da província de Ghazni, independentemente da autoria do ataque, não houve dúvidas da intencionalidade. "Infelizmente, um grupo de crianças e mulheres morreram durante estes confrontos e percebemos que foi um ataque intencional realizado por inimigos em casas e mesquitas desta área para ameaçar as pessoas", declarou.

Este é o sinal mais recente da escalada de tensão que se vive no Afeganistão. Segundo o último relatório das Nações Unidas, 2640 civis morreram e outros 5379 ficaram feridos devido ao conflito armado no país entre janeiro e setembro de 2017. Entre estas vítimas, faleceram pelo menos 689 crianças e outras 1791 sofreram ferimentos ao longo desse período.