Última hora

Última hora

Volkswagen afastou porta-voz por causa dos testes com macacos e humanos

Em leitura:

Volkswagen afastou porta-voz por causa dos testes com macacos e humanos

Tamanho do texto Aa Aa

A Volkswagen prometeu "consequências" para os responsáveis que permitiram testar emissões poluentes em macacos e humanos e já há uma baixa no grupo por causa desta polémica: Thomas Steg, porta -voz da marca e responsável pela área da sustentabilidade.

O envolvimento de empresas alemãs neste caso está a chocar o governo de Berlim. Barbara Hendricks, ministra alemã do ambiente, chamou o teste de "vil" e "desprezível", afirmando ser ainda “mais horrível que parte da indústria, aparentemente, tenha tentado retirar o crédito de fatos científicos com métodos tão duvidosos”

Segundo a imprensa alemã desta segunda-feira, pelo menos 25 indivíduos saudáveis foram submetidos a fumos tóxicos numa experiência do Grupo Europeu de Investigação sobre Ambiente e Saúde no Setor dos Transportes.

Os testes terão acontecido em 2014, na Universidade de Aachen, na Alemanha, financiados pela Volkswagen, a Daimler e a BMW.

Os três construtores já criticaram publicamente este tipo de experiências. 

No entanto, não esclareceram até que ponto conheciam toda a informação e detalhes sobre os testes que financiavam.