Última hora

Última hora

Mulheres ganham direitos na Arábia Saudita

Em leitura:

Mulheres ganham direitos na Arábia Saudita

Tamanho do texto Aa Aa

A Arábia Saudita é um dos países mais conservadores do mundo mas está a mudar, principalmente no que diz respeito aos direitos das mulheres. 

Muitos dizem que é por causa do príncipe herdeiro. Com apenas 32 anos, Mohamed Ben Salman abriu as portas dos estádios, dos cinemas e das salas de concertos a uma nova plateia.

As sauditas já podem ter acesso à educação e a serviços de saúde sem terem de pedir o consentimento de um homem, normalmente o pai ou o marido. Nos casos em que ainda é preciso a autorização masculina, como para viagens ou pedidos de passaporte, o processo foi simplificado.

Outra das grandes mudanças tem a ver com a carta de condução.

Em setembro do ano passado, a Arábia Saudita deixou de ser o único país no mundo onde as mulheres eram proibidas de conduzir.