Última hora

Última hora

Emmanuel Macron “esclarece” posição sobre a intervenção turca na Síria

Em leitura:

Emmanuel Macron “esclarece” posição sobre a intervenção turca na Síria

Tamanho do texto Aa Aa

Continua a troca de palavras entre França e a Turquia.

Depois do ministro dos negócios estrangeiros turco ter dito que se sentiu “insultado” com as declarações do presidente francês sobre as as operações turcas na Síria, Emmanuel Macron “esclareceu” a sua posição.

 Desta vez, Macron afirmou que a intervenção turca é um direito legítimo para garantir a segurança das fronteiras e o combate aos terroristas.

“Não retiro nada do que disse. Mas destaco que a reação do ministro dos negócios estrangeiros turco significa, sem dúvida, que o que está aqui em causa não é nada mais do que a segurança das fronteiras e que a Turquia não quer ir além da posição que tem neste momento, nem ficar muito tempo na região”.

O ministro turco dos negócios estrangeiros  mostrou, esta quinta-feira, a indignação do governo de Ancara, depois de Emanunel Macron ter afirmado que Turquia não devia usar o pretexto das operações militares na Síria para invadir o país.