Última hora

Última hora

Turquia mantém operação Ramo de Oliveira na Síria

Em leitura:

Turquia mantém operação Ramo de Oliveira na Síria

Tamanho do texto Aa Aa

Não é o som da paz que se ouve ao décimo sexto dia da operação Ramo de Oliveira, a intervenção militar turca em Afrin, na Síria.

No sábado, a Turquia teve o maior número de baixas até agora: 7 soldados turcos pereceram num ataque contra a milícia curda na Síria, segundo Ancara.

Reforços militares e movimentações estratégicas das forças turcas e milícias sírias aliadas continuam no noroeste sírio.

O primeiro-ministro da Turquia afirmou sexta feira que 82 mísseis das Unidades de Proteção Popular (YPG) curdas atingiram as cidades fronteiriças turcas de Kilis e Reyhanli desde o início da operação.

Bombardeamentos na cidade síria de Jandairis deixaram alguns civis sem casa, muitos outros preferiram fugir ao ataque procurando abrigo em Afrin, o maior centro populacional da região.

A área é controlada pelas Unidades de Proteção Popular curdas da Síria, apoiadas pelos Estados Unidos e tidas como terroristas pela Turquia, dada a ligação ao Partido dos Trabalhadores do Curdistão, que lidera a insurgência curda na Turquia desde os anos 80.