Última hora

Última hora

Crise agrava-se nas Maldivas

Em leitura:

Crise agrava-se nas Maldivas

© Copyright :
REUTERS/Stringer
Tamanho do texto Aa Aa

A crise nas Maldivas agrava-se. Dois dos quatro juízes do Supremo Tribunal de Justiça das Maldivas, Abdulla Saeed e Ali Hamid, foram detidos, anunciou a polícia.

As causas das detenções não foram avançadas. Ocorreram depois os militares terem atacado o edifício do Supremo Tribunal.

Numa decisão surpreendente, o Supremo Tribunal ordenou na semana passada a libertação de líderes da oposição. O presidente das Maldivas, Abdulla Yameen, decretou o estado de emergência por 15 dias, antes das forças armadas cercarem o Supremo Tribunal e do ex-presidente das Maldivas e meio-irmão de Abdulla Yameen, Maumoon Abdul Gayoom ter sido detido.

A instauração do estado de emergência reforça os poderes já vastos das forças de segurança para deterem e manterem presos os suspeitos.