Última hora

Última hora

Novas eleições não estão em cima da mesa na Catalunha

Em leitura:

Novas eleições não estão em cima da mesa na Catalunha

Tamanho do texto Aa Aa

Num relatório muito esperado, por causa do impasse político na Catalunha, os juristas do Parlamento catalão consideram que ainda não começou o prazo de dois meses sem presidente que pode levar à convocação de novas eleições. Defendem que o tempo só começa a contar quando existir uma resolução definitiva do Tribunal Constitucional sobre a investidura, deixando na mão do presidente do parlamento a ativação desse período.

Esta sexta-feira, Roger Turrent voltou a garantir que Carles Puigdemont é o único candidato que pode submeter-se ao debate de investidura. No entanto, Elsa Artadi, braço direito de Puigdemon, começa a ser apontada como uma alternativa para a presidência da Generalitat.

Questionada sobre essa possibilidade, a economista afirmou que Carles Puigdemont é o candidato do “Junts per Catalunya” e, sobretudo, é o candidato do Parlamento catalão".