Última hora

Última hora

Dresden lembra aniversário do bombardeamento de 1945

Para muitos, foi uma ação necessária para a derrota da Alemanha nazi - Para outros, um massacre inútil numa altura em que o poderio militar alemão estava já muito enfraquecido

Em leitura:

Dresden lembra aniversário do bombardeamento de 1945

Tamanho do texto Aa Aa

Na última noite, centenas de pessoas lembraram, na cidade alemã de Dresden, o aniversário de um dos episódios mais trágicos e mais controversos da II Guerra Mundial - o bombardeamento de Dresden, em fevereiro de 1945, por muitos considerado um crime de guerra, manchou a imagem dos aliados e do líder britânico Winston Churchill. Pelo menos 25 mil pessoas morreram.

"Estou aqui por razões históricas. O meu avô sobreviveu ao bombardeamento, vim aqui para que episódios como este não caiam no esquecimento", conta um dos participantes na vigília.

A cidade foi arrasada por cerca de 1400 bombardeiros britânicos e norte-americanos, que lançaram perto de 4000 toneladas de bombas, tanto convencionais como incendiárias. Para muitos, foi uma ação necessária para a derrota da Alemanha nazi - para outros, um massacre inútil numa altura em que o poderio militar alemão estava já muito enfraquecido e a guerra praticamente ganha pelos aliados. Dresden estava, na altura, cheia de refugiados vindos de outros pontos da Alemanha.