Última hora

Última hora

Juiz americano contraria Trump e decide a favor dos "sonhadores"

Em leitura:

Juiz americano contraria Trump e decide a favor dos "sonhadores"

Tamanho do texto Aa Aa

Um juiz federal de Nova Iorque travou a decisão de Donald Trump de terminar com o chamado programa DACA, que evita a expulsão de jovens que chegaram ilegalmente com a família aos Estados Unidos, ainda menores, dando-lhes a oportunidade de estudar e trabalhar.

É a segunda sentença judicial neste sentido, sendo que desta vez conta ainda com o apoio de procuradores de 17 Estados americanos. Ou seja, para já mantém-se, pelo menos, até ao início de março o programa criado por Barack Obama, que já abrangeu cerca de 700 mil jovens conhecidos como "dreamers" ou "sonhadores". Agora, cabe ao Supremo Tribunal a última palavra.

Entretanto, o secretário da Defesa, James Mattis, veio anunciar uma exceção: os jovens nesta situação que estejam integrados nas forças militares americanas não serão, em caso algum, deportados.