Última hora

Última hora

Realizados funerais de vítimas de queda de helicóptero no México

Em leitura:

Realizados funerais de vítimas de queda de helicóptero no México

Tamanho do texto Aa Aa

Um mal nunca vem só. Que o digam os habitantes de Santiago Jamiltepec, no México. Foi nesta localidade do estado de Oaxaca, a cerca de 45 quilómetros do epicentro do sismo de sexta-feira, que se despenhou um helicóptero militar.

O aparelho transportava governantes que se deslocaram à zona mais afetada pelo terramoto. Queriam avaliar os danos mas acabaram por contribuir para um agravamento dos mesmos.

Este sábado realizaram-se os funerais de nove das 13 vítimas mortais, três delas crianças.

"A localidade inteira estava sem eletricidade, às escuras. Estávamos bem. Íamos dormir mas vejam o que fizeram. O Governador vinha supostamente para ajudar mas qual foi a ajuda que recebemos? Esta foi a ajuda", lamenta Eduardo Velazco, familiar de uma das vítimas.

Os Governantes sobreviveram mas 12 pessoas perderam a vida no local. Uma outra viria a morrer no hospital. Estas são as únicas mortes conhecidas que estão relacionadas com o sismo.

A queda do helicóptero também fez 16 feridos. Este domingo realizam-se os funerais das restantes vítimas.