Última hora

Última hora

Oposição síria denuncia abusos em Ghouta oriental

Em leitura:

Oposição síria denuncia abusos em Ghouta oriental

Tamanho do texto Aa Aa

Na Síria, pelo menos uma centena de pessoas, incluindo crianças, teriam alegadamente sido mortas nas últimas 24 horas em resultado de bombardeamentos na região de Ghouta oriental. O enclave encontra-se sob controlo das forças da oposição.

Point of view

"A verdadeira decisão está nas mãos do Irão e da Rússia"

Nasr al-Hariri Principal representante da oposição síria

Esta a situação que o principal negociador da oposição síria, Nasr al-Hariri, veio denunciar a Bruxelas esta terça-feira.

"Até vermos um esforço concertado por parte dos nossos aliados para sustentarem de forma sistemática o regime e os seus apoiantes, o conflito na Síria vai continuar, mais refugiados abandonarão as suas casas e a ameaça do extremismo permanecerá global", adianta Nasr -al-Hariri, principal negociador da oposição síria.

Nas declarações emitidas após o encontro, a chefe da diplomacia europeia, Federica Mogherini, afirmou que não existe solução militar para o conflito e apelou ao engajamento das partes no processo político liderado pelas Nações Unidas.

"Tem que existir de facto uma determinação internacional sincera que obrigue o regime sírio ou os seus aliados a encetarem negociações. Em todo o caso, o regime sírio não pode tomar decisões, a verdadeira decisão está nas mãos do Irão e da Rússia. Se a Rússia não participar de negociações, não podemos contar com o regime sírio para negociar tudo sozinho", adiantou o principal representante da oposição síria.

De recordar que a União Europeia vai organizar a segunda conferência de Bruxelas, a 24 e 25 de abril, a fim de pressionar a comunidade internacional no sentido de apoiar o processo político dirigido pela ONU.

João Ferreira