Última hora

Última hora

Aumenta a pressão sobre o governo na Eslováquia

Em leitura:

Aumenta a pressão sobre o governo na Eslováquia

Tamanho do texto Aa Aa

É a maior manifestação na Eslováquia desde a independência do país e a segunda no espaço de uma semana.

Milhares de pessoas saíram à rua, esta sexta-feira, em Bratislava para exigir justiça. Em causa o duplo homicídio de um jornalista de investigação e da namorada. O casal foi abatido a tiro em casa nos arredores da capital, um crime que as autoridades acreditam estar ligado ao trabalho desenvolvido por Jan Kuciak.

Os últimos trabalhos publicados pelo jornalista apontavam para ligações entre empresários e o Partido Social-Democrata que lidera o governo de coligação. O envolvimento do ministro do Interior em negócios com uma empresa que está a ser investigada por fraude fiscal foi a gota de água. A pressão sobre o governo é cada vez maior e muitos exigem, agora, a demissão do número dois do partido. Nem mesmo a recompensa no valor de um milhão de euros anunciada pelo primeiro-ministro por informações que ajudem a encontrar os responsáveis pelo crime serenou os ânimos da população.

Antes de ter sido assassinado, Kuciack estava a investigar as atividades da máfia calabresa no país.

Entre homenagens e manifestações, os eslovacos prometem manter a pressão sobre o poder político para que casos como este não voltem a acontecer.