Última hora

Última hora

Encontro entre Donal Trump e Kim Jong-un depende de "ações concretas"

Em leitura:

Encontro entre Donal Trump e Kim Jong-un depende de "ações concretas"

Tamanho do texto Aa Aa

Depois de confirmar que Donald Trump vai encontrar-se com Kim Jong-un, a Casa Branca avança que o encontro depende de ações concretas por parte do presidente da Coreia do Norte.

Esta sexta-feira, a secretária de imprensa de Donald Trump afirmou que o presidente norte-americano só reúne com Kim Jong-un se, até lá, existirem resultados visíveis.

"Vamos ser muito claros. Os Estados unidos não fizeram qualquer concessão mas a coreia do Norte fez algumas promessas. Este encontro não vai acontecer sem acões concretas que correspondam às promessas feitas pela Coreia do Norte".

No início da semana, durante o encontro com o emissário da Coreia do Sul, Kim Jong-un mostrou vontade de estabelecer um diálogo direto com os Estados Unidos e prometeu suspender os testes nucleares e de mísseis durante as conversações.

Para Angela Merkel estas são notícias de esperança

"Sobre a Coreia do Sul e a Coreia do Norte e um possível encontro com o presidente dos Estados Unidos, percebemos que uma resposta internacional comum, incluindo sanções, pode trazer um vislumbre de esperança. Penso que existe um vislumbre de esperança".

A reaproximação entre as duas Coreias aconteceu em fevereiro durante os Jogos Olímpicos de Inverno, em Pyeongchang, cidade sul-coreana onde hoje aconteceu a cerimónia de abertura dos Paralímpicos.