Última hora

Última hora

Ultimato expira sem resposta de Moscovo

Em leitura:

Ultimato expira sem resposta de Moscovo

Tamanho do texto Aa Aa

A primeira-ministra britânica reúne esta quarta-feira o Conselho de Segurança do Reino Unido, antes da avançar com eventuais sanções contra Moscovo pela falta de explicações acerca do envenenamento do ex-expião russo Sergei Skripal.

Theresa May tinha dado até à meia-noite de terça-feira para que a Rússia respondesse perante a Organização para a Proibição de Armas Químicas.

Mas a embaixada russa em Londres tinha prontamente reagido no Twitter, afirmando que o país "não responderia ao ultimato" enquanto "não recebesse amostras da substância química" incriminatória, sublinhando que "medidas punitivas" contra Moscovo "obteriam uma resposta" por parte do lado russo.

Depois de uma conversa telefónica com May, o presidente norte-americano Donald Trump frisou que a Rússia devia oferecer esclarecimentos "sem ambiguidade" acerca do envenenamento, que Londres atribui de forma inequívoca a Moscovo.

Para além dos Estados Unidos, o Reino Unido já recebeu manifestações de apoio no caso por parte da França, Alemanha, União Europeia e Canadá.