Última hora

Última hora

Milhares de pessoas fogem de Afrin

Em leitura:

Milhares de pessoas fogem de Afrin

Tamanho do texto Aa Aa

Milhares de pessoas estão a fugir de Afrin, no noroeste da Síria, que se encontra praticamente cercada pelas forças turcas. A estrada que vemos nas imagens é o único corredor que permite entrar ou sair do enclave curdo. De acordo com o Observatório Sírio dos Direitos Humanos só no espaço de três dias passaram por aqui mais de 30 mil civis. Fogem do exército turco e das milícias que combatem ao lado de Ancara e que se aproximam do enclave. Do terreno chegam informações que estarão, agora, a pouco menos de um quilómetro de distância. Fogem, também, dos bombardeamentos que se têm vindo a intensificar e que na última noite terão provocado mais seis dezenas de vítimas. A Turquia nega que a operação batizada Ramo de Oliveira tenha provocado a morte de civis. Certo, é que a oposição síria no exílio dá conta de cerca de 250 mortos, desde o início da ofensiva turca.

Ancara aponta o dedo às unidades de proteção do povo, a milícia curda que classifica de terrorista e que acusa, agora, de estar a usar a população de Afrin como escudo humano.