Última hora

Última hora

Presidenciais russas: E os outros candidatos?

Em leitura:

Presidenciais russas: E os outros candidatos?

Tamanho do texto Aa Aa

Nem só de Putin foram feitas estas presidenciais, já que a Comissão Central de Eleições admitiu um total de oito candidatos.

No entanto, vários analistas e media internacionais não duvidaram em dizer que nenhum dos concorrentes de Vladimir Putin tinha hipóteses reais de vencer o escrutínio.

De acordo com os primeiros resultados divulgados pelos media Estatais russos, o segundo candidato mais votado, Pavel Grudinin, do Partido Comunista da Federação Russa, denunciou o que definiu como "as eleições mais sujas dos últimos tempos".

Multimilionário e agricultor, o conhecido "o rei dos morangos, já foi candidato seis vezes.

Foi também a sexta tentativa para o veterano Vladimir Jirinovski, do Partido Liberal Democrata, populista e ultranacionalista. Sempre sem papas na língua, disse o que pensou durante toda a campanha. Foi o terceiro candidato mais votado.

Contra tudo e contra todos, a apresentadora, jornalista de televisão e estrela da alta sociedade russa Ksenia Sobchak, deverá ser a quarta candidata mais votada. A líder do Partido da Iniciativa Civil disse ser "assumidamente liberal" e que preferia uma evolução do sistema a uma nova revolução russa. Os críticos acusam-na de mais não ser do que uma marioneta nas mãos de Putin para dar um ar de democracia ao sistema.

Mais de 110 milhões de eleitores foram chamados às urnas no domingo nestas sextas presidenciais desde o fim da União Soviética, em 1991.

De acordo com a correspondente da Euronews em Moscovo, Putin diz que "vai haver mudanças" nos próximos seis anos de mandato.