Última hora

Última hora

Morre o último rinoceronte-branco do norte macho do Mundo

Em leitura:

Morre o último rinoceronte-branco do norte macho do Mundo

© Copyright :
REUTERS/Thomas Mukoya/File Photo
Tamanho do texto Aa Aa

O último rinoceronte-branco do norte macho, Sudão, morreu esta segunda-feira no Quénia, aos 45 anos, devido a complicações de saúde.

Segundo o comunicado da organização de proteção da vida animal OI Pejeta Conservacy, no Quénia, o animal foi sujeito a eutanásia, depois de o seu estado ter piorado de forma significativa e de já não conseguir ficar de pé.

O responsável da organização, Richard Vigne, descreveu Sudão como "um grande embaixador da sua espécie" e enalteceu a sua importância no despertar de consciências para a ameaça de extinção que paira sobre inúmeras espécies por causa de "uma atividade humana insustentável".

O último exemplar macho da sua subespécie nasceu no Sudão, viveu depois no jardim zoológico Dvur Králové, na República Checa, e acabou por ser transferido para o Quénia em 2009, a sua última viagem.

Sudão contribuiu para a sobrevivência da espécie ao procriar com duas fêmeas, tendo ainda sido recolhido material genético pelos especialistas para posteriores tentativas de reprodução da subespécie.