Última hora

Última hora

Uma vida num autocarro: Rebeldes abandonam Ghouta

Em leitura:

Uma vida num autocarro: Rebeldes abandonam Ghouta

© Copyright :
reuters
Tamanho do texto Aa Aa

Nem a escuridão da noite fez com que a operação de abandonar Ghouta Oriental terminasse.

Famílias inteiras de rebeldes abandonam a cidade de Harasta, em Ghouta, carregam uma vidas às costas para fugir à morte.

De cidade a cidade, o regime sírio, com a ajuda da Rússia, tem recuperado controlo do país.

Nos últimos dias mais de 100 mil pessoas abandonaram a região nos arredores de Damasco.

As forças militares sírias preparam-se agora para assumir o controlo das cidades de Douma, Arbin e Jobar, na região de Ghouta.

Nem os apelos do Conselho de Segurança das Nações Unidas fazem com que a vontade do regime de Bashar al-Assad esmureça, vontade de destruir cidades inteiras que dizem estar dominadas por terroristas.

A guerra na Síria já fez com que 350 mil pessoas perdessem a vida. Uma guerra que não olha a meios e que faz com que Bashar al-Assad fique mais perto da vitória frente aos rebeldes.