This content is not available in your region

Funerais das vítimas de incêndio em Kemerovo abalam Rússia

Access to the comments Comentários
De  João Paulo Godinho  com TASS
Funerais das vítimas de incêndio em Kemerovo abalam Rússia

A Rússia começou esta quarta-feira as cerimónias fúnebres das 64 vítimas do incêndio que deflagrou num centro comercial na Sibéria.

A tragédia foi sentida a nível nacional, sobretudo com a morte de 41 crianças, e o presidente russo, Vladimir Putin, decretou um dia de luto em todo o país. Em sinal de respeito, bandeiras foram colocadas a meia haste e programas de entretenimento suspensos provisoriamente das emissões estatais de televisão e rádio.

Na cidade de Kemerovo, a cerca de 3600 kms a leste de Moscovo, dezenas de pessoas fizeram questão de passar pela igreja ortodoxa para o último adeus a três das vítimas. Sergei e Natalia Agarkov fizeram o funeral dos filhos Konstantin e Maria, que tinham ido com a avó ao cinema que existia no último piso do shopping.

Depois de o presidente russo ter prometido punições para o que designou de negligência criminosa, os investigadores tentam perceber o que falhou no centro comercial.

A existência de um curto-circuito é apontada como a causa mais provável, mas não foi descartada ainda a hipótese de origem humana num fogo acidental.