Última hora

Última hora

Lituânia expulsa três diplomatas russos

Em leitura:

Lituânia expulsa três diplomatas russos

Linas Linkevicius, Ministro dos Negócios Estrangeiros da Lituânia
Tamanho do texto Aa Aa

A Lituânia, um de três estados bálticos, que já integrou a União Soviética, expulsou três diplomatas russos, em resposta ao envenenamento do antigo agente duplo russo Sergei Skripal na localidade inglesa de Salisbury.

"Eles podem escolher se vão subir a parada ou tentar encontrar uma estratégia para sairem deste impasse"

Linas Linkevicius Ministro dos Negócios Estrangeiros, Lituânia

O ministro dos negócios estrangeiros explicou as razões por detrás da expulsão.

"Normalmente, a reação é simétrica mas não posso colocar-me no lugar deles; eles podem escolher se vão subir a parada ou tentar encontrar uma estratégia para sairem deste impasse. Mas cabe à Rússia escolher. Não se trata apenas de uma questão de solidariedade, é uma questão de confiança: podemos confiar nos nossos aliados, nós confiamos no Reino Unido, e não só, é claro que partilhamos a avaliação que fizeram. Não podemos confiar nos opositores, temos muitas razões para isso. Em resumo, foi por isso que decidimos assim", afirmou Linas Linkevicius, Ministro dos Negócios Estrangeiros da Lituânia.

O correspondente da euronews, Liutauras Strimaitis, afirma "a Rússia prepara-se para expulsar vários diplomatas lituânos em resposta à decisão de Vilnius de expulsar três diplomatas russos".