Última hora

Última hora

Líderes das duas Coreias encontram-se a 27 de abril

Em leitura:

Líderes das duas Coreias encontram-se a 27 de abril

Líderes das duas Coreias encontram-se a 27 de abril
Tamanho do texto Aa Aa

Já há data para o encontro histórico entre os líderes das duas Coreias, o primeiro em mais de dez anos. Kim Jong-un, da Coreia do Norte, e Moon Jae-in, do Sul, vão encontrar-se no dia 27 de abril, na localidade de Panmunjom, que fica na zona desmilitarizada na fronteira.

Foi aqui também que os enviados dos dois governos se encontraram esta quinta-feira para acertar os pormenores da cimeira. O presidente do "Comité Norte-Coreano para Reunificação da Pátria", Ri Son-gwon, anunciou a data e o local - a "casa da paz" de Panmunjom.

Antes da cimeira do dia 27, as delegações das duas Coreias vão voltar a encontrar-se neste mesmo local, no dia 4. O principal tema a debater entre os dois líderes é a desnuclearização da península coreana, o que, a confirmar-se, será um volte-face na política norte-coreana. Até agora, Kin Jong-un tem estado apostado em mostrar o poderio nuclear, mas o cada vez maior isolamento parece estar a fazê-lo mudar de ideias. A operação diplomática começou com a participação da Coreia do Norte nos Jogos Olímpicos de Inverno, em Pyeongchang, na Coreia do Sul, e prossegue agora na China. Kim Jong Un foi visitar o mais antigo aliado e encontrou-se com o presidente chinês Xi Jinping, que prometeu manter a amizade com a Coreia do Norte. O próprio presidente norte-americano Donald Trump felicitou-se que o encontro entre os dois homens tenha corrido bem e mostrou vontade de se reunir com o líder da Coreia do Norte.

No Twitter, Trump mostrou vontade de se encontrar com Kim Jong-un, mas lembrou a necessidade de sanções.