This content is not available in your region

Aprovada mudança de género no registo civil aos 16 anos

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Aprovada mudança de género no registo civil aos 16 anos

O tema está longe de gerar consenso, mas o Parlamento aprovou, esta sexta-feira, um polémico diploma que permite alterar o género e o nome próprio no registo civil, a partir dos 16 anos, mediante requerimento e sem relatório médico.

O PS votou a favor, à semelhança do Bloco de Esquerda, dos "Verdes" e do PAN.

A deputada social-democrata Teresa Leal Coelho violou a disciplina de voto do PSD que se manifestou contra à semelhança do CDS-PP. O PCP absteve-se.

Para os jovens entre os 16 e os 18 anos, o procedimento terá de ser autorizado pelos representantes legais.

O diploma proíbe também, "salvo em situações de comprovado risco para a saúde", intervenções cirúrgicas ou farmacológicas que impliquem alterações do corpo ou características sexuais dos bebés e crianças intersexo.

O texto segue agora para Belém. Os bispos portugueses já se manifestaram contra a proposta.