Última hora

Última hora

A Europa à procura dos gigantes híbridos da estrada

Em leitura:

A Europa à procura dos gigantes híbridos da estrada

Tamanho do texto Aa Aa

A história dos sistemas de transportes está relacionada com a evolução dos motores. Hoje em dia, trabalha-se para desenvolver sistemas mais eficientes e mais baratos.

Um desafio aceite também pela Europa, onde se desenvolvem vários projetos para tecnologia que poderão vir a afetar as nossas vidas.

Um automóvel híbrido combina um motor de combustão interna e um motor elétrico que o assiste, que permite poupar no comsumo de combustível.

Reduz-se assim a emissão de dióxido de carbono para a atmosfera.

Os veículos híbridos são o próximo passo para reduzir a emissão de gases tóxicos na Europa.

O mercado prepara-se para a chegada de um conjunto de híbridos totalmente construídos no velho continente e que deverão rivalizar com os japoneses, pioneiros no setor.

Ecochamps, um projeto europeu

O consórcio europeu Ecochamps para a Competitividade Comercial Híbrida Automotora conta com 25 parceiros, oito dos quais de países europeus. Entre eles, encontram-se construtores, fabricantes de peças e centros e investigação e desenvolvimento. Juntos, realizam um trabalho de sinergia para criar híbridos perfeitos.

O projeto Ecochamps passa pela colaboração entre construtores de ligeirosis e de pesados. Há todo um trabalho no fabrico de componentes elétricos híbridos, de forma a serem mais baratos e fáceis de integrar.

Graças à produção em grande escala de peças, os investigadores esperam que a tencologia permita a redução de custos dos motores híbridos para metade.

Os investigadores querem também aumentar a eficiência no consumo de combustível até 20%. Por outro lado, procuram motores híbridos até dez por cento mais baratos.

Rumo aos gigantes híbridos

Um objetivo válido tanto para veículos de turismo como para comerciais, ainda que adaptação de peças e componentes de veículos ligeiros a camiões gigantes seja realmente um grande desafio.

Um dos princípios dos híbridos é a possibilidade de recuperar energia mecânica pra produzir eletricidade.

Algo que pode ser feito, por exemplo, com recurso aos travões do veículo.

O consórcio Ecohamps trabalha atualmente num novo camião, que utiliza a energia diesel para mover-se, mas, quando trava, em vez de deixar que os travões aqueçam, armazena energia.

Energia elétrica, que depois ajuda o motor a funcionar como híbrido ou como totalmente elétrico, algo útil, por exemplom em condução urbana.

Além disso, o condutor do camião pode escolher entre a energia híbrida e a elétrica. Algo particularmente importante em zonas de consgestionamento.

Se a verdade é que os híbridos têm ainda uma longa estrada por diante no continente europeu, as perpectivas são boas, sobretudo graças à redução de custos de produção.

Mais sobre futuris