Última hora

Última hora

Braço-de-ferro entre Macron e ferroviários continua

Em leitura:

Braço-de-ferro entre Macron e ferroviários continua

Tamanho do texto Aa Aa

A greve do setor ferroviário continua a paralisar, parcialmente, França.

Os trabalhadores da estatal SNCF cumpriram, esta quarta-feira, o sétimo dia de greve, este mês, em protesto contra as reformas anunciadas pelo Governo de Emmanuel Macron.

O presidente já garantiu que não se intimida com as paralisações.

As greves intercalares vão continuar até junho.

Na terça-feira, o projeto da reforma ferroviária foi aprovado, por larga maioria, na Câmara Baixa do Parlamento francês.

O Governo estipulou que o estatuto extraordinário dos trabalhadores ferroviários, que garante um emprego vitalício e um regime especial de pensões, termina no dia 01 de janeiro de 2020.