Última hora

Última hora

Micro franchising solidário impulsiona centenas de empresas em França

Em leitura:

Micro franchising solidário impulsiona centenas de empresas em França

Tamanho do texto Aa Aa

Enfrentar o desafio do empreendedorismo não é uma escolha óbvia, mas existem sistemas que funcionam muito bem. A ADIE criou um dispositivo muito eficaz: o micro franchising solidário. "Esta é uma solução de acesso ao crédito, para pessoas que não conseguem aceder ao financiamento bancário tradicional, associado a um conceito empresarial, testado e viável, que dá a todos hipóteses de sucesso desde o início", realça Bruno da ADIE.

Há pouco mais de um ano, Philippe Ribot, antigo cozinheiro, foi despedido por razões económicas. Apaixonado pela jardinagem, ele decidiu, aos 48 anos, criar a sua própria empresa.

Foi no Pôle Emploi, o Instituto de Emprego e Formação Profissional, em França, que conheceu o sistema da ADIE. Recebeu uma proposta para financiar o capital inicial, graças a um microcrédito de 5 mil euros: "Pareceu-me razoável. Pensei que um crédito a dois anos e meio era bastante curto. Portanto, foi interessante para mim ser financiado pela ADIE”.

Com esse crédito e uma subvenção da região Rhône Alpes, Philippe pôde comprar o material. Essa ajuda permitiu-lhe também assinar um contrato de franchising com o maior fornecedor de serviços a indivíduos, em França. Esta empresa autorizou-o a usar o seu nome, deu-lhe formação comercial, reservou-lhe uma zona de clientes, fê-lo beneficiar da sua comunicação e ainda o acompanhou.

"Nós recebemos coaching, porque temos toda uma equipa por trás. Assim que surge um pequeno problema, podemos ligar-lhes e tenho alguém que me acompanha e me ajuda imediatamente a encontra uma solução", sublinha Ribot.

Hoje, a carteira de encomendas de Philippe está cheia, os clientes estão satisfeitos e o empresário já pondera contratar uma pessoa. "Faço tudo o que posso para ter êxito. A família está contente. Toda a gente está contente. Este é o lado bom das coisas...”

Bruno da ADIE afirma que "o micro franchising solidário já permitiu a criação de mais de 300 empresas, e mais globalmente, a ADIE acompanha e financia, todos os anos, dezenas de milhares de pessoas para que criem o seu próprio emprego”.

Esta iniciativa já foi premiada várias vezes, nomeadamente na última edição dos Prémios Europeus de Promoção Empresarial, competição organizada pela Comissão Europeia.

E quais são os critérios para poder candidatar-se a esta iniciativa? "O principal critério é estar motivado para começar ou desenvolver uma atividade e ter uma necessidade de financiamento na ordem dos 20 mil euros", diz Bruno.