Última hora

Última hora

Balkan Trafik, um festival de reencontro da cultura dos Balcãs e do mundo

Em leitura:

Balkan Trafik, um festival de reencontro da cultura dos Balcãs e do mundo

Tamanho do texto Aa Aa

O Festival Balkan Trafik estabeleceu um novo desafio: fazer com que artistas da Sérvia, Kosovo e Bósnia-Herzegovina convivam durante quatro dias. Os ensaios para o evento servem para construir pontes onde a política nem sempre consegue chegar.

"Antes da guerra tinha amigos sérvios, bósnios, croatas. Para mim isto é algo natural e que já deveria ter sido feito há mais tempo. Estou satisfeito por este evento acontecer porque precisamos de fomentar as trocas culturais em primeiro lugar para as pessoas poderem partilhar pontos de vista e colaborarem em quaisquer outros campos", sublinhou, em entrevista à Euronews, BimBimma que representa o hip-hop do Kosovo.

Marcelo, um performer de hip-hop e fusão da Sérvia acrescentou: "Ou trabalhamos juntos ou vamos matar-nos. Pensamos que é um pouco melhor trabalharmos e convivermos."

O festival, tradicionalmente orientado para a música popular abriu, este ano, as portas à música urbana. A experiência também incluiu artistas belgas que descobriram que os Balcãs não estão assim tão longe.

"Aprendi a descobrir porque antes não conhecia de todo a música dos Balcãs. Com a cooperação acontece naturalmente", disse Youssef Swatt's, nome do hip-hop belga.

O festival também serve para construir laços entre outros países da Europa. Através da música, frequentemente carregada de crítica social, os hip-hoppers encontraram mais do que um ponto em comum.

Mas o Balkan Trafik não seria o mesmo sem música popular, sem instrumentos de latão e música kelzmer. Para o organizador do festival, Nicolas Wieërs, chegou o momento de renovar e alargar perspetivas: "Há uma nova geração nos Balcãs. Os Balcãs não são apenas tradições, música popular ou étnica. Também existe contemporaneidade e este 'capítulo urbano' existe para ajudar a conectar uma vez mais a Europa e os Balcãs através da música e da arte."

Este ano o Festival Balkan Trafik celebrou 12 edições e foi mais eclético do que nunca. O público parece ter gostado de oscilar entre vários estilos musicais.

Ao todo estiveram presentes mais de 400 artistas de países do sudeste europeu, incluindo a Bulgária, Turquia e Roménia. Atuaram em diferentes cenários durante um fim de semana. Uma mistura de tradição e modernidade sem complexos para um público multicultural por natureza.

Mais sobre Cult