Última hora

Última hora

Um tapete vermelho para Macron na América de Trump

Em leitura:

Um tapete vermelho para Macron na América de Trump

Tamanho do texto Aa Aa

Donald Trump e Emmanuel Macron e as mulheres, Melania Trump e Brigitte Macron, foram até Mount Vernon, moradia histórica de George Washington.

A primeira visita oficial de Macron à América de Trump fica marcada por pompa e circunstância, no que se define como uma oportunidade única de aproximação entre os velhos aliados.

A visita oficial de três dias de Macron é dominada plas diferenças em temas como o acordo nuclear iraniano.

Trump deverá anunciar em breve se irá ou não por termo ao acordo.

Macron, por seu lado, avisa: não há segunda opção prevista para apaziguar as ambições nucleares de Teerão.

Espera-se muito desta visita. Se a visão do mundo do presidente Donald Trump não mudou mundo desde que venceu as eleições presidenciais, em novembro de 2016, a verdade é que parece querer ver a cidade luz com outros olhos.

Trump descreveu, mais do que uma vez, a capital francesa como "um refúgio para terroristas." Uma posição que mudou de tom depois de ter sido recebido em Paris pelo presidente Emmanuel Macron.

A visita de Trump, no passado mês de julho, incluiu um jantar na Torre Eiffel e um lugar VIP para assistir ao desfile da comemoração da Tomada da Bastilha.