Última hora

Última hora

Nove anos de prisão para arguidos no caso "La Manada"

Em leitura:

Nove anos de prisão para arguidos no caso "La Manada"

Tamanho do texto Aa Aa

A justiça espanhola condenou cinco homens a nove anos de prisão por "crime de abuso sexual continuado."

O caso que ficou conhecido como "La Manada" remonta a 2016. A violação em grupo ocorreu durante a Festa de São Firmino. A vítima é uma mulher de 18 anos.

A procuradoria pedia 22 anos de prisão efetiva para os homens que se encontram em prisão preventiva há cerca de dois anos. Um juiz chegou a pedir mesmo a absolvição dos arguidos.

O coletivo não deu como provado o crime de violação, mas sim de abuso sexual.

Os homens com idades compreendidas entre 27 e 29 anos foram, ainda, condenados a pagar uma indemnização no valor de 50 mil euros e estão, também, impedidos de contactar a vítima durante cinco anos.

A sentença foi contestada por dezenas de pessoas que se encontravam à porta do tribunal de Pamplona. Os manifestantes lembraram o que está em causa é um crime de violação.