Última hora

Última hora

Extrema-direita italiana a subir

Em leitura:

Extrema-direita italiana a subir

© Copyright :
REUTERS/Alessandro Bianchi
Tamanho do texto Aa Aa

Cresce o apoio à extrema-direita, em Itália, numa altura em que decorrem as negociações para se formar um Governo.

De acordo com uma sondagem da La7/SWG, publicada esta quarta-feira, a Liga, de Matteo Salvini, continua a granjear apoio popular, chegando aos 25,4%, uma subida de 8% em relação ao resultado do partido nas eleições de 4 de março.

A perder terreno parece estar o partido anti-sistema Movimento 5 Estrelas. O vencedor das legislativas registou uma queda de 3,2%, caindo dos 32,7% em março para os atuais 29,5%.

O partido de Matteo Salvini parece estar a captar o apoio dos eleitores que tendencialmente votavam no partido de centro-direita Forza Itália.

O partido do antigo primeiro-ministro, Silvio Berlusconi tem afundado nas sondagens, perdendo 6 dos 14 pontos percentuais obtidos no escrutínio de março.

A Itália atravessa uma crise política. O presidente, Sergio Mattarella vetou, no último fim de semana, o nome do eurocético Paolo Savona, escolhido pela Liga para a pasta da Economia e Finanças, num Governo de Coligação liderado pelo Movimento 5 Estrelas.

Perante o veto, Giuseppe Conte, o candidato designado para primeiro-ministro, desistiu de formar um Executivo. Matteo Salvini exigiu a convocação de novas eleições.