Última hora

Última hora

Itália: Novas eleições ou novo governo?

Em leitura:

Itália: Novas eleições ou novo governo?

© Copyright :
Reuters
Tamanho do texto Aa Aa

Os italianos podem voltar às urnas já dentro de dois meses. Carlo Cottareli, o primeiro-ministro interino, recebeu do Presidente da República a tarefa de serenar o ambiente político e preparar caminho para eleições depois do verão. Até ao momento, não conseguiu sequer apoio para este governo de transição.

Cotarelli esteve no Palácio do Quirinale esta quarta-feira, de onde saiu em silêncio. Em contrapartida, sobem de tom as vozes que pedem uma dissolução imediata do parlamento.

O Presidente italiano chumbou a coligação entre o Movimento 5 Estrelas e a extrema direita da Liga, depois de terem escolhido um eurocético para ministro das Finanças.

Em Nápoles, os apoiantes de Beppe Grillo protestaram contra o chumbo do governo de direita.

Uma fonte do 5 Estrelas, citada pela Reuters, adianta que estão ainda em marcha esforços para garantir o governo de coligação, com uma nova escolha para a pasta das Finanças. Em perspectiva, estará também o alargamento da coligação ao partido, também de direita, Irmãos de Itália.

A Bolsa de Milão abriu em alta, deposi de ter encerrado com o pior desempenho da Europa nesta terça-feira.

Numa altura em que a crise política põe pressão sobre a banca italiana, investidores questionam o Banco Central Europeu. Querem saber que medida s de proteção esrtão a ser tomadas para proteger a terceira maior economia da zona euro.