Última hora

Última hora

Há menos fumadores no mundo, diz a Organização Mundial de Saúde

Em leitura:

Há menos fumadores no mundo, diz a Organização Mundial de Saúde

Tamanho do texto Aa Aa

Há menos pessoas a fumar no mundo, especialmente mulheres, mas apenas um em cada oito países poderá atingir o objetivo de reduzir o consumo de tabaco até 2025. É o que diz um relatório da Organização Mundial da Saúde, apresentado no Dia Mundial sem Tabaco, assinalado a 31 de maio.

Três milhões de pessoas morrem de forma prematura todos os anos por causa do consumo de tabaco, especialmente devido a doenças cardiovasculares. Quase 900 mil pessoas morrem por ano por estarem expostas ao fumo, de acordo com a OMS.

- No ano 2000, 27% da população mundial fumava
- Em 2016, a percentagem desceu para 20%
- A OMS diz que morrem sete milhões por ano por causa do tabaco

Douglas Bettcher, diretor da OMS, falou aos jornalistas durante a apresentação do Relatório Global sobre a Prevalência do Tabaco. Explicou que a redução no consumo era positiva nos países considerados mais industrializados.

"Como explica o relatório, apenas um em cada oito países poderá atingir o objetivo global para a redução do uso do tabaco," explicou Bettcher.

"Um dos maiores obstáculos para que tal seja atigido em países de baixos e médios rendimentos é a resistência da parte da indústria do tabaco, que deseja substituir os clientes que morrem através de um marketing livre e de preços acessíveis aos mais jovens," continuou.

Parte da Europa Ocidental parece estagnada, particularmente pelo falhanço das políticas para que as mulheres deixem de fumar.

Os progressos em África têm sido lentos e, no Médio Oriente, o consumo tem aumentado.

O caso da China é particular, em grande parte por causa da desinformação, já que grande parte da população desconhece os perigos reais ligados ao consumo de tabaco:

"A percentagem de adultos que não acredita que fumar pode causar enfartes é, por exemplo, na China, de 73%. E 61% os adultos chineses não sabem que fumar aumenta o risco de ataques cardíacos," explicou Douglas Bettcher.

O objetivo da OMS para 2025

Em 2005, a Organização Mundial da Saúde definiu um objetivo, ratificado por 180 países, a pedir o fim da publicidade, assim como a possibilidade de que marcas de tabaco patrocinem eventos e iniciativas. Foi também sugerido o aumento de taxas e impostos sobre o tabaco.

Relativamente a prevenção dos ainda não-fumadores, as Américas são a única região do globo que deverá atingir o objetivo de 30% de redução do uso do tabaco até 2025.

É na China e na Índia que se encontra o maior número de fumadores em todo o mundo, com 307 milhões e 106 milhões, respetivamente. O terceiro país com mais fumadores do mundo é a Indonésia, com 74 milhões.

Existem, no mundo inteiro, mais de mil milhões de fumadores.