Última hora

Última hora

Autarcas italianos criticam Ministro do Interior

Em leitura:

Autarcas italianos criticam Ministro do Interior

Tamanho do texto Aa Aa

Alguns autarcas italianos criticaram de forma veemente o ministro do Interior de Itália, Matteo Salvini, por não ter permitido que o navio Aquarius atracasse no sul do país.

"Quem põe vidas humanas em risco não se comporta apenas de uma forma vergonhosa e eticamente repreensível, como comete um crime. Na minha opinião é um crime contra a Humanidade, ao qual se deve responder nos tribunais internacionais", disse o presidente da Câmara Municipal de Nápoles, Luigi de Magistris.

"Por agora, não há sinal que este seja o 'governo da mudança' e o 'governo que fez história'. O único contributo para a história que fizeram é que vão matar mulheres e crianças no Mediterrâneo. Esta é a história que estão a escrever nesta altura", afirmou Leoluca Orlando, presidente da Câmara Municipal de Palermo.

"Como cidadão europeu e presidente da Câmara de Palermo, vou entrar com uma ação no tribunal regional em relação às responsabilidades dos Estados europeus e do Governo italiano", anunciou.

"Eu acredito que todos os países europeus e toda a Europa estão em risco de serem levados a tribunal, uma espécie de segundo julgamento de Nuremberga. Não sei se será num tribunal de justiça atual, mas ficará escrito nos livros de história. Ao contrário dos nossos avós, não poderemos dizer aos nossos netos que não sabíamos", realçou o presidente da Câmara Municipal de Ravena, Michele De Pascale.

"Talvez ninguém tenha avisado o Salvini que ele já não é apenas o líder da Liga, mas também o ministro do Interior de uma das maiores economias do mundo. Dito isto, concordo com toda a gente sobre que precisamos de mais apoio da Europa. Se o Salvini mantiver esse argumento, ele terá o apoio de todos os autarcas e forças políticas", garantiu.