Última hora

Última hora

Valência preparada para receber migrantes do Aquarius

Em leitura:

Valência preparada para receber migrantes do Aquarius

Valência preparada para receber migrantes do Aquarius
Tamanho do texto Aa Aa

Quando se chega às ruas de Valência, sente-se a solidariedade na decisão das autoridades espanholas de receber os 629 migrantes do Aquarius. Só nesta cidade vivem 95 mil pessoas com histórias bem parecidas daquelas que estão prestes a chegar.

Para quem é natural da cidade, a decisão do governo espanhol foi, para alguns, algo positivo, para outros, nem por isso.

"No meu grupo, somos totalmente a favor da decisão do conselho da cidade. É verdade que em outras áreas, em redes sociais, especificamente no Twitter, consegui identificar perfis de pessoas que foram totalmente contra esta decisao, mas é uma minoria.", disse um habitante de Valência à Euronews.

A cidade de Valência elaborou um plano, em 2015, para acolher refugiados sírios. Na altura, o plano não andou para a frente. Agora, o novo governo decidiu avançar com esse projeto.

"A União Europeia deve honrar os seus compromissos. Deve cumprir os seus regulamentos e cumprir os compromissos internacionais. Recusar-se a aceitar refugiados num porto não é respeitar os compromissos da ONU, e esses países estão conscientes disso. Nós queremos fazê-lo porque Valência é uma cidade solidária", admitiu Joan Ribó, o presidente da Câmara da cidade.

O porto de Valência, onde os migrantes do Aquarius vão desembarcar é o quinto na Europa em atividade comercial. Agora está prestes a enfrentar um desafio muito diferente.