Última hora

Última hora

Líderes mundiais saúdam "acordo histórico"

Em leitura:

Líderes mundiais saúdam "acordo histórico"

Tamanho do texto Aa Aa

É caso para dizer que a Macedónia e a Grécia encontraram o Norte, após 27 anos de uma querela por causa do nome do país. A República da Macedónia deve passar a chamar-se República da Macedónia do Norte, nome que deve ser aprovado pelo parlamento macedónio e submetido depois a referendo.

O secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, já saudou o acordo, "felicitando todos os que participaram construtivamente nos esforços que o originaram".

O mesmo fizeram outras altas figuras, como o presidente do Conselho Europeu, Donald Tusk, que agradeceu aos primeiros-ministros da Grécia e da Macedónia por "tornarem possível o impossível".

O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, deixou "um apelo aos dois países para finalizarem o acordo".

A Alta Representante da União Europeia para a Política Externa e Segurança, Federica Mogherini, congratulou-se com o "momento histórico" e enalteceu o poder da diplomacia.

Os Estados Unidos também felicitaram os primeiros-ministros da Grécia, Aléxis Tsipras, e da Macedónia Zoran Zaev, pela "visão, coragem e persistência demonstrada na busca de uma solução aceitável para os dois países".