Última hora

Última hora

Novo capítulo na história do CERN com início da construção do HI-Lumi

Em leitura:

Novo capítulo na história do CERN com início da construção do HI-Lumi

Novo capítulo na história do CERN com início da construção do HI-Lumi
Tamanho do texto Aa Aa

Foi aberto um novo capítulo na história do CERN (Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear) com começo da construção do novo sítio HI-Lumi.

O projeto é uma atualização do acelerador de partículas Grande Colisionador de Hadrões (LHC na sigla em inglês), o anel de 27 quilómetros situado a 100 metros de profundidade, sob a fronteira franco-suíça. Os resultados das colisões das partículas fornecem pistas sobre a formação da matéria, o mesmo que dizer sobre a origem do nosso universo.

"Os aceleradores são como um microscópio que amplia uma imagem, mas para conseguir ver também é preciso luz. O LHC de Alta Luminosidade potencíia essa luz até dez vezes. Iremos ver o que conseguirmos descobrir graças ao LHC. Talvez nos ajude a entender a origem da diferença entre matéria e antimatéria, ou se o bosão de Higgs estava presente na explosão inicial, na altura do Big Bang", explica o coordenador do projeto, Lucio Rossi.

O projeto de quase mil milhões de euros levará 8 anos a ser concluído. Será necessário perfurar até 80 metros de profundidade e realizar vários túneis, que se vão ligar depois ao túnel principal do LHC.

Espera-se que o Hi-Lumi amplie as fronteiras da ciência e, que a tecnologia derivada do projeto, venha também melhorar o nosso dia-a-dia.