This content is not available in your region

Aquarius de volta às missões de resgate no Mediterrâneo

Access to the comments Comentários
De  Euronews
Aquarius de volta às missões de resgate no Mediterrâneo
Direitos de autor  REUTERS/Heino Kalis

Aquele que se tornou nos últimos tempos no mais famoso navio de resgate de migrantes e refugiados no Mediterrâneo já deixou o porto de Valência, em Espanha, para uma nova missão em alto mar.

O Aquarius vai navegar durante três dias de regresso à tradicional zona de salvamentos, nas águas internacionais ao largo da Líbia.

O coordenador da SOS Méditerrannée Nicola Stalla afirma que a ONG "vai continuar a estar no mar enquanto o Aquarius for necessário".

A ONG francesa, que junto com a Médicos Sem Fronteiras gere o navio, apela aos governo europeus para assumirem responsabilidades e uma política comum face à crise migratória.

, médico da equipa da MSF, diz que "todas esta história [do Aquarius] pôs em evidência o facto de que os políticos não assumiram as suas responsabilidades e infringiram mesmo as leis marítimas internacionais".

Desde 2016, o Aquarius acolheu a bordo perto de 14.000 migrantes e refugiados resgatados de perigosas tentativas de travessia do Mediterrâneo.