Última hora

Última hora

Ministro britânico critica ameças das empresas

Em leitura:

Ministro britânico critica ameças das empresas

Ministro britânico critica ameças das empresas
Tamanho do texto Aa Aa

A nove meses do "Brexit", Inglaterra está dividida.

As repercussões da saída da União Europeia não estão calculadas e, perante a incapacidade de Theresa May clarificar a situação, várias empresas já ameaçaram sair do Reino Unido.

Em entrevista a um canal de televisão britânico, o ministro da Saúde, Jeremy Hunt, veio em defesa da primeira-ministra. "É completamente inapropriado que as empresas façam estas ameaças por uma simples razão: estamos num momento absolutamente crítico nas discussões do "Brexit" e isso significa que temos de apoiar Theresa May a alcançar o melhor brexit possível, um brexit limpo, e o que as empresas querem - eu estive na área empresarial durante 14 anos - o que elas querem é clareza e certezas", defendeu.

O aviso do ministro da saúde vem depois de a Airbus, a BMW e outras empresas europeias terem mostrado a sua preocupação com o impacto do "Brexit" e posto a hipótese de deslocarem a produção para outros países.

A posição de Theresa May ficou assim ainda mais fragilizada, numa altura em que tem de lidar com divisões internas no partido e ainda não conseguiu encontrar uma solução para a saída do Reino Unido da União Europeia com o bloco comunitário.