Última hora

Última hora

Encontro para o diálogo económico UE-China em Pequim

Em leitura:

Encontro para o diálogo económico UE-China em Pequim

Encontro para o diálogo económico UE-China em Pequim
Tamanho do texto Aa Aa

O sétimo encontro para o diálogo económico e para o comércio entre a China e União Europeia teve lugar em Pequim. Na agenda do vice-presidente da Comissão, Jyirki Kaitanen, as mais recentes trasnformações no mercado global, o investimento em ambas regiões e a inovação para o desenvolvimento.

Liu He, vice-primeiro-ministro chinês, explicou aos jornalistas que ambas as partes concordaram em intensificar a cooperação financeira, em resolver os problemas ligados ao acesso aos mercados e liberalizar o acesso ao investimento.

"Concordámos também em criar um sistema fiscal mais flexível. A China espera que a União Europeia alivie as restrições às exportações chinesas e a China fará o mesmo"

Jyrki Kaitanen, vice-presidente da Comissão Europeia não se esqueceu da guerra comercial entre Estados Unidos e o resto do mundo.

Os representantes europeu e chinês abordaram a situação do setor, depois do presidente Donald Trump ter anunciado o aumento das tarifas sobre as importações de ferro e aço de países como o Canadá, México e Estados membros da União Europeia:

"Convidei o vice-primeiro-ministro a ajudar-me no que diz respeito ao apoio ao Forum Global do Aço. É importante que enfrentemos juntos o poblema da produção em setores como o aço e o alumínio."

O primeiro-ministro francês ´Edouard Philippe deslocou-se também à China, onde se encontrou com o presidente Xi Jinping.

Edouard Philippe abordou com o líder chinês as oportunidades de negócio existentes na maior economia asiática.

O primeiro-ministro francês visitou uma linha de montagem de uma construtora de automóveis francesa e esteve em Shangai e Shenzen.