Última hora

Última hora

Seehofer ameaça deixar governo alemão

Em leitura:

Seehofer ameaça deixar governo alemão

Seehofer ameaça deixar governo alemão
Tamanho do texto Aa Aa

Horst Seehofer é o homem no centro da mais recente crise política na Alemanha.

O ministro do Interior apresentou demissão do governo e da presidência da União Social-Cristã (CSU), aliado tradicional da CDU na Baviera e acabou depois por suspender esta decisão. É um novo capítulo nesta crise, a maior do governo liderado por Angela Merkel desde que a Chanceler assumiu o poder há doze anos.

As divergências em relação ao tema da imigração estão na base da possível saída de Seehofer, ao fim de uma reunião-maratona da CSU. Seehofer quer uma postura mais rígida nesta área e ameaçou fechar as fronteiras a imigrantes já registados em outros países da União Europeia, caso Merkel não trouxesse resultados satisfatórios da recente cimeira de Bruxelas. Apesar de ter sido alcançado um acordo na cimeira para conter a migração, Seehofer continua a querer medidas mais rígidas. A desavença surge a três meses das eleições regionais na Baviera, em que a CSU tenta manter a vantagem face ao avanço da AfD, que representa a direita mais populista e anti-imigração.