Última hora

Última hora

Separatistas detidos seguem para prisões na Catalunha

Em leitura:

Separatistas detidos seguem para prisões na Catalunha

Separatistas detidos seguem para prisões na Catalunha
Tamanho do texto Aa Aa

Os seis líderes separatistas presos em Madrid foram transferidos para a Catalunha.

Depois de o juiz do Supremo Tribunal Pablo Llarena ter considerado não haver "razão processual" para manter os detidos na capital espanhola, o executivo de Pedro Sánchez autorizou a transferência, que teve início esta terça-feira.

Após uma noite nos centros penitenciários de Zuera e Alcalá, os detidos foram levados pela Guardia Civil para prisões em Girona e Barcelona.

Oriol Junqueras, líder do ERC (Esquerda Republicana da Catalunha), Jordi Sanchez, ex-presidente da associação independentista Assembleia Nacional Catalã (ANC), Jordi Cuixart, líder da instituição independentista Omnium Cultural, Carme Forcadell, antiga presidente do Parlamento catalão, Raül Romeva, ex-conselheiro de economia do governo regional catalão, e Dolors Bassa, ex-conselheira do Trabalho, Assuntos Sociais e Família da Generalitat da Catalunha, foram acusados de rebelião, sedição e peculato, no seguimento da tentativa de proclamação da independência da Catalunha.

No total vão ser transferidos 22 detidos.