Última hora

Última hora

Agente recebe alta depois de alegado contacto com agente neurotóxico

Em leitura:

Agente recebe alta depois de alegado contacto com agente neurotóxico

Agente recebe alta depois de alegado contacto com agente neurotóxico
Tamanho do texto Aa Aa

Morreu a mulher exposta há uma semana ao agente químico novitchok, no sul de Inglaterra,

Segundo a Scotland Yard, Dawn Sturgess, de 44 anos, morreu num hospital de Salisbury, a mesma cidade onde um antigo espião russo e a filha foram envenenados em março, com o mesmo agente enervante.

No hospital em estado crítico está, ainda, Charlie Rowley, de quarenta e cinco anos. Rowley tem o hábito de procurar artigos usados no lixo para vender, segundo disse a um conhecido canal de informação britânico uma testemunha que afirmou conhecê-lo.

As autoridades julgam que Charlie Rowley poderá ter entrado em contacto com resíduos de novichok numa dessas ocasiões.

Em março, Londres acusou Moscovo num alegado ataque levado a cabo com recurso a novichok em Salisbury. Os alvos eram um antigo espião russo e a filha.

Agora, há quem suspeite de uma relação entre os dois casos. Cerca de 100 agentes no terreno continuam com a investigação, no sudoeste de Inglaterra.