Última hora

Última hora

Música do mundo e sinais de paz no Festival Timitar

Em leitura:

Música do mundo e sinais de paz no Festival Timitar

Música do mundo e sinais de paz no Festival Timitar
Tamanho do texto Aa Aa

Os berberes e a sua música são as estrelas do "Festival de Música Timitar", em Agadir. Músicos de todo o mundo foram convidados a atuar nesta cidade marroquina. Este ano, no programa estiveram aproximadamente 40 bandas e grupos musicais e 400 artistas de vários géneros.

"A música Amazigh (berbere) assemelha-se à paisagem do nosso país, é diversificada. Os jovens de hoje inspiram-se na rica música Amazigh para inventar ou criar uma música atual, dinâmica, uma música que pertence aos tempos modernos" - explicou o diretor artístico do festival, Brahim el Mazned.

Cherifa Kersit é uma das mais famosas cantoras Berber. Nasceu nas montanhas de Marrocos, no seio de uma família de 16 filhos. Tornou-se cantora profissional contra a vontade da família.

As músicas de intervenção da cantora e compositora tunisiana Emel Mathouthi transformaram-se em hinos da revolução da Tunísia em 2011 - com uma voz de exceção, mistura sons do norte de África e batidas eletrónicas minimalistas: "Desde pequena que me inspiro na música clássica, onde existem muitos elementos dramáticos, depois comecei a interessar-me por música experimental, música psicadélica. Creio que há um pouco de todos estes ingredientes na minha música", disse Emel Mathouthi.

Youness Elguezouli encantou o público no Festival Timitar com as suas músicas poderosas e dinâmicas.

"Timitar significa "sinais" em berbere. Com um programa diversificado, este festival quer enviar sinais de tolerância e aceitação para diferentes culturas. Em quatro dias, aproximadamente meio milhão de pessoas vêm assistir aos concertos" - concluiu o jornalista da euronews Wolfgang Spindler, em Agadir.

Mais sobre Cult